1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Técnico em Alimentação Escolar do Pronatec

Conheça as vantagens do curso, mercado de trabalho, salário e muito mais! O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi desenvolvido pelo governo, em 2011, com objetivo de tornar democrática a distribuição de vagas de cursos de educação profissional e tecnológica no Brasil.

Objetivos do PRONATEC

Esse programa governamental tem diversos objetivos, tais como:

  • – democratizar a oferta de cursos técnicos profissionalizantes, apoiar a expansão da rede física de educação profissional e tecnológica,
  • – contribuir para a melhoria da qualidade do ensino médio e, consequentemente, ampliar oportunidades educacionais dos estudantes,
  • – incrementando os cursos técnicos profissionalizantes na educação,
  • – aumentar a renda de jovens carentes que buscam formação profissional.

Pré-requisitos para o PRONATEC

Entre 2011 e 2014 foram efetivadas milhões de matrículas nos cursos técnicos profissionalizantes, em mais de 4.300 municípios espalhados pelo Brasil, já em 2016 foram realizados um milhão e meio de matrículas nos cursos.

tecnico-em-alimentacao-escolar

Técnico em Alimentação Escolar. Imagem:divuglação

Os pré-requisitos é que participem jovens e adultos que já tenham concluído o ensino médio, ou que tenham no mínimo 17 anos de idade e ainda estejam cursando o ensino médio a partir do segundo ano letivo.

Antigamente um curso profissionalizante precisava de grandes investimentos e tempo, atualmente com o Pronatec os brasileiros podem usufruir de ensino técnico profissionalizante de qualidade de forma gratuita.

Técnico em Alimentação Escolar do Pronatec

O curso técnico em alimentação escolar tem uma carga horária de 1200 horas recomendadas pelo MEC, aproximadamente 16 meses, e pode ser considerado uma ótima formação para aqueles que desejam trabalhar como agente nessa área.

Acesse e saiba mais informações: Enem 2017 – Inscrições e Vagas

Onde exercer a profissão

O técnico em alimentação escolar poderá exercer a profissão em escolas de rede pública e privada, institutos de formação profissional, órgãos de sistema e rede de ensino e outros locais que sejam ligados a instituição de ensino.

Funções do Técnico em Alimentação Escolar

O Técnico em Alimentação Escolar pode exercer diversas funções como: preparar a alimentação e refeição dos estudantes de acordo com um cardápio elaborado por nutricionista, atuar como educador alimentar na escola, executando a aquisição, a armazenagem, o preparo e o fornecimento dos alimentos e refeições aos alunos, cuidar da higienização dos alimentos e do local onde a refeição é preparada.

tecnico-em-alimentacao-escolar

Técnico em Alimentação Escolar. Imagem:divulgação

O curso tem um interessante conteúdo programático abrange temas muito interessantes, tais como papel social da escola, nutrição, operação em cozinhas escolares, entre muitos outros.

Técnico em Alimentação Escolar: o que faz?

O técnico em alimentação escolar atua em diversas áreas, e tem como principais funções preparar as refeições e alimentação dos alunos de acordo com um cardápio feito e orientações definidas por nutricionista.

O profissional também organiza, controla e higieniza o ambiente de preparo das refeições dos alunos, atua como educador alimentar na instituição de ensino, entre muitas outras funções que irão melhorar a qualidade da alimentação na vida dos estudantes, que, nos dias de hoje, não mantém uma vida lá muito saudável.

Acesse e saiba mais informações: Fies 2017 – Inscrições

Técnico em Alimentação Escolar a distância

Pensando naqueles que estudam em escola de rede pública a vida inteira (ou em escola de rede privada com bolsa 100% integral), tem baixa renda e além de tudo pouco tempo para destinar aos estudos, o Pronatec desenvolveu o curso a distância que tem os mesmos recursos que o técnico presencial como certificado, material disponível, polos para visitas presenciais e conta com uma carga horária menor.

Benefícios do curso à distância

O técnico em alimentação escolar a distância é tão eficaz quanto o presencial, contando com a diferença em poder estudar no conforto do seu lar e ganhar o certificado de forma inteiramente gratuita assim como no curso presencial.

tecnico-em-alimentacao-escolar

Técnico em Alimentação Escolar. Imagem:divulgação

O conteúdo programático do técnico em alimentação escolar não conta com muitas diferenças, também com papel social da escola, nutrição, operação em cozinhas escolares etc, podendo haver algumas aulas presenciais e com alta taxa de empregabilidade.

Técnico em Alimentação Escolar salário

O técnico em alimentação escolar encontra oportunidades atuando, principalmente, em instituições de rede pública, instituições de rede federal e até mesmo em instituições em rede privada, centros de formação profissional, universidades de ensino superior e etc.

tecnico-em-alimentacao-escolar

Técnico em Alimentação Escolar. Imagem:divuglação

Acesse e saiba mais informações: Pronatec 2017 – Inscrições, Cursos e Vagas

O salário irá variar de acordo com a região do país e a instituição que contratar o profissional, podendo ter um valor inicial de R$1260,00 (mil duzentos e sessenta reais) podendo ir até uma remuneração de R$3,900 (três mil e novecentos reais).

Você pode obter a formação técnica profissionalizante de forma inteiramente gratuita pelo programa governamental Pronatec, procure a instituição mais próxima e se especialize na área do técnico em alimentação escolar!