1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem avaliações)
Loading...

Parcele a faculdade – Pep, Parcelamento estudantil Privado

Muitos estudantes desejam alcançar melhores qualificações para facilitar na procura em uma vaga no mercado de trabalhos. Mas nem todos possuem recursos para pagar cursos profissionalizantes ou faculdades. Uma opção para quem esta nessa situação é o Parcelamento Estudantil Privado (PEP).

O que é o Parcelamento Estudantil Privado?

O PEP é o maior grupo do mundo no quesito educação, o seu sistema ajuda milhares de alunos na realização do sonho de cursar uma faculdade. Com ele é possível pagar apenas 30%, ou seja, o restante das mensalidades você irá pagar apenas quando formado. Esse tipo de serviço é relativamente novo no Brasil, mas ganha cada vez mais novos adeptos.

Dificuldades para ter acesso à faculdade

Antigamente poucas pessoas conseguiam acesso a faculdades e universidades no Brasil. Esse cenário vem mudando ao longo dos anos, o Governo Federal criou programas para facilitar o acesso de quem não possui condições de realizar o pagamento, mas mesmo com o crescimento anual no número de vagas nem todas as pessoas conseguem sua chance.

maxresdefault (1)

Parcele a faculdade – Pep, Parcelamento estudantil Privado. Imagem:divulgação

Seja por falta de nota necessária para realizar o curso desejado ou por a renda não bater com o limite máximo, algumas oportunidades acabam sendo perdidas. Mas através de sistemas como o Parcelamento Estudantil Privado, você pode realizar o curso que desejar, através de uma das instituições participantes.

Cursos oferecidos pelo PEP

Todos os cursos disponíveis nas instituições parceiras são cobertos pelo Parcelamento Estudantil Privado. Ou seja, se você deseja realizar um curso caro, como medicina ou odontologia, e não possui condições para pagar e também não conseguiu através dos programas do Governo Federal, poderá utilizar o PEP, mas lembre-se, o sistema não cobre totalmente a mensalidade, você deve arcar com 30%.

Acesse e saiba mais informações: Sisutec 2016

Diferenças entre o PEP e o FIES

O PEP não exige nota mínima no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), já para participar do FIES (Fundo de Financiamento ao Estudante de Ensino Superior) é necessário ter tirado acima de 450 em todas as áreas do Enem, e não ter zerado na redação.

FIES

Parcele a faculdade – Pep, Parcelamento estudantil Privado. Imagem:divulgação

Alunos que participam do FIES devem ter conta no Banco do Brasil, já no PEP isso não é necessário. O FIES depende da renda familiar, e um financiamento, já o PEP é parcelado. O PEP não possui taxa de juros, já o FIES cobra 6,5% ao ano. O pagamento do FIES começa 18 meses após a conclusão do curso, e o tempo para quitar o débito é de até 12 anos, já no PEP o tempo de pagamento é a mesma duração do curso.

Faculdades que contam com o PEP

O Parcelamento Estudantil Privado está presente em seis grandes redes de universidades, são elas: Anhanguera; Fama; Pitágoras; Unic; Uniderp; e Unime. O sistema está presente em todo o território brasileiro, se sua faculdade não possui o programa, você pode mudar sua matricula.

Acesse e saiba mais informações: Senac MA

Vantagens do sistema PEP

Para participar não é necessário ter realizado o Enem, mas ele serve para evitar o vestibular das faculdades participantes. O benefício é válido durante toda a duração do seu curso. É totalmente sem juros, você pode parcelar até 70% das mensalidades, e só começa a pagar depois de formado. O processo de cadastro é simples e sem burocracia. A negociação do Parcelamento Estudantil Privado acontece diretamente com a universidade, por tanto não é necessário possuir conta em bancos.

Como realizar a inscrição no PEP?

Primeiramente você deve realizar o vestibular em uma das instituições parceiras, ou apresentar sua nota do Enem. O resultado da prova sai em até cinco dias, caso aprovado você poderá realizar sua matricula, e é nesse momento que deve dizer que deseja participar do Parcelamento Estudantil Privado.

PEP - Parcelamento Estudantil da Faculdade. Como funciona?

PEP – Parcelamento Estudantil da Faculdade. Como funciona?

Faculdades que não possuem o PEP, o que fazer?

Você pode solicitar a transferência clicando aqui(http://www.parceleafaculdade.com.br/#e-se-for-transferencia). Basta informar o seu nome completo, o e-mail, o estado e a cidade, seu telefone, a faculdade em que deseja se transferir e o curso escolhido.

Cálculo para facilitar o seu pagamento

De acordo com sua renda familiar, a quantidade de semestres cursados e a mensalidade da faculdade, será feito um cálculo, que irá facilitar o pagamento. Por exemplo: Se mensalidade do seu curso é R$ 1.000, a renda de sua família é superior a três salários mínimos e cursou oito semestres, você terá quatro anos para pagar, no primeiro a mensalidade é R$ 300, 00, aumentando R$ 100,00 a cada ano.

Acesse e saiba mais informações: Pronatec 2016

Termine a sua faculdade sem dividas

Recentemente o Governo Federal realizou mudanças no FIES, aumentando os juros, que eram de 3,4% para 6,5%, além de diminuir o número de vagas disponíveis oferecidas anualmente. Algumas pessoas que utilizavam o benefício procuraram outras opções, com mais vantagens inclusive, como é o caso do PEP. Com ele você termina o seu curso sem dívidas incalculáveis, apenas irá pagar o valor das mensalidades. O único problema do sistema é ainda não estar disponível em todas as faculdades particulares.

Tags: